terça-feira, 13 de abril de 2010

O amigo do mafioso e o surdo-mudo

Um chefão da Máfia contratou um contador surdo para gerir a lavagem de dinheiro de sua "família", assim - uma vez que nada poderia ouvir - em caso de um eventual processo não poderia depor como testemunha.

O problema é que algum tempo depois o chefão descobriu que seu contador havia desviado dez milhões

de dólares do caixa.


E quando o chefão foi dar um arrocho no ladrão sobre os US$ 10 milhões, levou junto seu amigo que dominava a linguagem de sinais dos surdos-mudos.

O chefão, armado, perguntou ao contador:

- Onde estão os U$10 milhões que você levou?

E o amigo, usando a linguagem dos sinais, transmitiu a pergunta ao contador que, também em sinais, prontamente respondeu:
- Eu não sei do que vocês estão falando.

E o amigo do chefão traduziu sucintamente:
- Ele disse não saber do que se trata.

O mafioso sacou sua pistola .40 e encostou-a na testa do contador,gritando:
- Pergunte a ele de novo.

O amigo, sinalizando, disse ao infeliz:
- Ele vai te matar se você não contar onde está o dinheiro.

O contador, já desesperado, respondeu em sinais:
- OK, vocês venceram, o dinheiro está numa valise marrom de couro, que escondi  no quintal da casa de meu primo Enzo, no nº 400, da Rua 26, quadra 8, no bairro Santa Marta!

Antes que o amigo tarduzisse os sinais o mafioso, impaciente, gritou:
- O que ele disse?

E o amigo respondeu:
- Ele disse que não tem medo de viado e que você não é macho o bastante para puxar o gatilho. . .

Moral da história, segundo os mafiosos:
" Seja cordial com desconhecidos como se eles fossem seus amigos e desconfie de seus amigos como se eles fossem desconhecidos." rsrsrs

2 comentários:

  1. Já conhecia, mas não deixa de ser boa por causa disso ...

    ResponderExcluir
  2. Quando a piada é boa, sempre é possível rir de novo...rs

    ResponderExcluir