quarta-feira, 8 de junho de 2011

Enseada

Canto um pranto armanso
Canto e num recanto remanso
Danço, balanço e avanço
Descalço, realço o percalço
Me espanto
Mas o balso é falso
Romanço 
Abraço o cachaço
Beijo o regaço sem embaraço
Suo e sinto um mormaço
Quebranto

Um comentário:

  1. Que espanto
    Levo um susto no entanto
    Mas acordo com encanto

    ResponderExcluir