quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

O que é piriguete?

Dia desses me deparei com uma discussão. Dois rapazes conversavam. Um deles referiu-se a uma amiga aparentemente em comum como "piriguete". Foi aí que o interlocutor parece ter se ofendido e tomou as dores da menina. Começou, então, uma discussão sobre o que é piriguete! E se o correto é "periguete"ou "piriguete".


Cada um falou sua concepção e terminaram não chegando a um consenso.

 

Daí eu fiquei intrigado e fui procurar o significado dessa expressão tão usada coloquialmente nesses dias. Primeiro descobri que "piriguete" ou "periguete" estão corretas.


 Fiquei espantado com o tanto de acepções diversas para a palavra em questão: cachorra; puta; vadia; oferecida; assanhada; vagabunda; pilantra; aproveitadora; gatinha; mulher encantadora; deusas; diva; safada; interesseira; biscate.

 

Confesso que acho a palavra chula mas não via nela as acepções pejorativas que encontrei.

 

Essa palavra, na minha cabeça, era uma referência bem humorada e popular para tratar daquele tipo de  mulher solteira perigosa, dessas assanhadas que são homens de saia; mulher emencipada e disponível sexualmente que faz de nós "homens objetos".

 

Longe de mim, francamente falando, entender isso como pejorativo. Afinal, pessoas solteiras têm mais é que se divertir e se um homem não pode ser mal visto por ser um galinha, um paquerador, mulheres também não. Eu nem poderia ver piriguetes com maus olhos: quem é ou foi solteiro, levando essa vida demoníaca de diversão luxúria e prazeres, sabe que não é de todo mal ser objeto na mão das "piriguetes". Não é o meu caso hoje porque casei,  encontrei Jesus e virei vegetariano...

 

Então, posso dizer que entendi a reação de desaprovação do moço que saiu em defesa da amiga mesmo quando o outro se desculpava dizendo que priguete para ele era snônimo de "gatinha". 

 

Comunicação nem sempre usa palavras unívocas e mal entendidos podem acontecer...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário